Hoje a gente vai falar sobre dólar. Você vai entender porque que ele sobe, porque que ele cai e o que determina o valor do dólar em reais. Vamos responder as perguntas que Vocês fizeram pra gente e esse é o artigo para vocês. 

Pra muita gente, é bem confuso porque que a gente precisa de cinco reais pra comprar um dólar e como que com esse dinheiro, a gente não consegue comprar um euro, por exemplo. É. Mas dá pra comprar mil pesos chilenos ou quarenta mil bolívares soberanos da Venezuela?

 A gente que é o que a gente faz aqui no Cesta Básica, né, gente? A gente pega tema complexo e até você entender. 

Pra gente entender isso, a gente vai precisar dividir as coisas em duas etapas, tá? 

A primeira é entender o que que dá o valor na moeda, ou seja, por que que o ingresso de cinema custa quinze reais? 

E não quinze mil reais. A gente vai ter um vídeo aqui no financeiro só pra isso, mas pra começar, pega aqui esses conceitos básicos. 

O primeiro é o valor de uma moeda. Recentemente, a gente fez um vídeo falando da inflação e como ela funciona, lembra disso? Mas, em tese, quanto mais tempo uma moeda está em circulação, mais ela foi depreciada pela inflação e menor valor relativo, ela tem hoje em relação ao que ela tinha no passado. 

Lembra quando dava pra comprar um ingresso de cinema por cinco reais? Pois é, faz algum tempo, né? Eu também lembro, cinema e o McDonald's dava dez reais. Agora, com cinco reais compra pipoca. Daqui a cinquenta anos, talvez o mesmo ingresso custe cento e cinquenta reais e não vai pesar no bolso das pessoas, porque do mesmo jeito que a inflação aumenta os preços, a renda também tende a acompanhar. 

Você pega o salário por exemplo, quando o ingresso custava cinco reais, ele era trezentos. Hoje, tá em torno de mil e quarenta e cinco (R$ 1.045,00).


Um exemplo legal é o seguinte, eu já morei no Chile e quando eu trabalhava lá, eu podia me chamar de milionário. Sabe por que? ganhava milhões de pesos. Eu ganhava milhões de pesos chilenos por mês, isso porque o peso chileno existe há muito tempo e a inflação e outros fatores já fizeram a sua base inflar, chegando aí hoje a esse patamar, um salário mínimo no Chile vai duzentos e vinte mil pesos chilenos. Parece muito, né? Trezentos e vinte vezes o salário brasileiro. Mas, na verdade, quando a gente converte pela taxa de câmbio, é só assim, umas duas vezes maior. E tem uma curiosidade também, todos os preços no Chile também são inflados por essa base. 

O ingresso do cinema custa três a quatro mil pesos, ou seja, quinze reais. Quinze reais. Mais ou menos o preço que tá no Brasil, né? É, o Chile tem várias curiosidades e vamos nos ater aqui as da moeda. que é a base assim, já tá tão grande, que o povo parou de falar mil pesos pra tudo, eles encontraram um apelido pra nota de mil. É isso mesmo, que é o nome da pessoa que tá na foto. Então, basicamente. eles as palavras, sempre que falam dos preços. Ao invés de falar três mil pesos, por ingresso de cinema, eles falam três Lucas. Ao invés de falar cem mil pesos, quando você tá ali no supermercado, dá aquela conta, eles falam 100 Lucas. E por ai vai. 

E, por isso, acontece dos governos em vários lugares, aconteceu no Brasil, cortar o zero da moeda, porque, com o tempo, acaba perdendo sentido. Então, agora você  entendeu que o valor relativo da moeda tem mais a ver com o que ela tem capacidade de contar.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem